logo

6/3/2019 11:06

Considerado favorito no seu grupo, Cruzeiro quer evitar sufoco de 2018

Na Libertadores passada a Raposa teve dificuldades para avançar de fase, quando fez apenas dois pontos nos primeiros jogos na edição passada da competição

Considerado favorito no seu grupo, Cruzeiro quer evitar sufoco de 2018

Quando o Cruzeiro conheceu os seus adversários na edição 2019 da Copa Libertadores, analistas e torcedores foram quase unânimes em afirmar que o time celeste era a grande força do Grupo B, composto por Deportivo Lara, da Venezuela, Emelec, do Equador, e Huracán, da Argentina.



Porém, o time azul quer evitar esse excesso de favoritismo para não gerar expectativa em excesso do seu torcedor e mais gana dos rivais em bater o time brasileiro, que inicia sua caminhada na competição nesta quinta-feira, dia 7 de março, contra o Huracán, em Buenos Aires, às 19h.



O Cruzeiro tem motivos para ser cauteloso com a expectativa que gera. Em 2018, o clube mineiro estava no Grupo E e disputou uma vaga nos mata-matas contra Vasco da Gama, Racing-ARG e Universidad de Chile. A Raposa também foi considerada uma das forças do grupo junto com o Racing. Porém, na prática, a classificação para as oitavas de final foi penosa.

O Cruzeiro fez apenas dois pontos nos três primeiros jogos, perdendo para o Racing na estreia, na Argentina, empatando os duelos contra a La U, no Chile e Vasco, em casa, quando era dado quase como certo conseguir os pontos sobre os cariocas, que viviam uma fase ruim. A recuperação do time azul só iniciou na quarta rodada da Libertadores, quando goleou, no Mineirão, a mesma La U por 7 a 0, Em seguida, bateu o Vasco no Rio e consolidou a classificação com uma suada vitória por 2 a1 sobre os argentinos, em casa.

Ciente da sua força e respeitando os adversários, mesmo com menos tradição na Libertadores,faz com que o técnico Mano Menezes evite a pecha de grande time do grupo para não trazer uma pressão extra ao grupo de jogadores nesta edição da competição sul-americana.

-Vamos enfrentar equipes que não são tão tradicionais de chegar em reta final, mas não são equipes desprezíveis. O Emelec tem uma tradição em Libertadores, quase sempre está na competição. É uma espécie de Cerro Porteño, né?! Você olha a Libertadores, e quase sempre eles estão lá. Isso vai dando rodagem quando vocês jogam contra essas equipes. O Deportivo Lara é a equipe que tem um pouco menos de capacidade de investimento. Mas é uma viagem longa, um jogo em condições um pouco diferentes, o país atravessa dificuldades, é um cuidado a mais que temos que tomar. A logística é mais que necessária, temos que levar alimentação para fazer, cozinheira, coisas que geralmente você não precisa levar para um jogo normal nas grandes capitais da América Latina- disse o treinador em entrevista ao Fox Sports.

Sobre o Huracán, Mano comentou que é mais uma equipe argentina que pode trazer dificuldades para o Cruzeiro, mesmo sendo um time com menos vivência na competição continental. O Huracán joga sua quarta Libertadores, contra 17 da Raposa, bicampeã em 1976 e 1997.
-O Huracán volta a jogar depois de algum tempo. Os argentinos nós temos sempre que respeitar. Temos assistido mais aos jogos do Huracán porque é o adversário de estreia. É uma equipe forte fisicamente, que vai dar trabalho e está se armando ainda. Os argentinos se preparam bem para essa competição.

O treinador está tão “cabrero” com o rótulo de favorito, que citou até a eliminação do São Paulo para o Talleres, clube pequeno da Argentina, que tirou o tricampeão da América do torneio ainda na fase pré-grupos e os avanços, com alguma dificuldade, do Atlético-MG diante de Danúbio e Defensor, ambos do Uruguai.

-Eu pensei o que sempre penso. Você não pode desprezar ninguém dentro da competição. É só você olhar aí… imagina que um clube uruguaio não dá tanto trabalho, mas vimos nosso principal adversário passar dificuldades na segunda fase da Copa Libertadores. Vimos o São Paulo ser eliminado pelo Talleres. Quando saiu o sorteio, apontamos o São Paulo como favorito para passar. A Copa Libertadores nos ensina a não desprezar os adversários e nos preparar bem- concluiu Mano Menezes.




Cruzeiro, Libertadores

498 visitas - Fonte: Lance!


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Próximo Jogo - Mineiro

S&# - 16:00 - Estádio Radialista Mário Helênio - PPV
Tupi
Cruzeiro

Último jogo - MINEIRO

Dom - 16:00 - Mineirão
Cruzeiro
2 0
Tombense