logo

28/1/2019 09:30

Em jogo quente, Cruzeiro e Atlético ficam no empate no Mineirão

Em jogo quente, Cruzeiro e Atlético ficam no empate no Mineirão

Foi um duelo bastante movimentado e, talvez, até muito violento. Com um gol para cada lado, e também dois cartões vermelhos, um para cada lado, Cruzeiro e Atlético ficaram no empate, na manhã deste domingo, em confronto válido pela terceira rodada do Campeonato Mineiro. O resultado deixa o time celeste na liderança, com sete pontos, enquanto os alvinegros estão na terceira posição, com quatro.



A partida foi bastante disputada. O primeiro tempo teve mais pressão da Raposa, mas o Galo conseguiu se segurar. Na etapa complementar, o time celeste conseguiu seu gol, mas o Atlético correu atrás do prejuízo e conseguiu o empate – os dois gols de pênalti.



Algo a ser ressaltado na partida foi à atuação da arbitragem. No primeiro tempo, o juiz deixou de marcar um pênalti para o Galo e, na etapa complementar, assinalou uma penalidade errada para o Cruzeiro. Por fim, o dono do apito se contundiu e deixou o gramado na metade da etapa complementar.

Na próxima rodada, o Atlético recebe a URT, no Independência, na quarta-feira, às 21h30 (de Brasília). Já o Cruzeiro vai até Varginha, na quinta-feira, às 20h, enfrentar o Boa Esporte.

Primeiro tempo

O técnico Levir Culpi soltou a escalação para a partida com as lamentações de não poder contar com dois titulares. O zagueiro Rever sentiu um incomodo na coxa direita e a comissão técnica achou por bem poupar o jogador. Entre os volantes, José Welison acusou dores no joelho direito e também ficou fora. Para as vagas, Iago Maidana e Adilson foram escolhidos.

O duelo começou muito estudado. Ninguém dava espaços. O Atlético iniciou a partida trocando mais passes, ficando com a bola nos pés, mas com dificuldades para criar oportunidades. Após os 7 minutos, o Cruzeiro passou a ficar com a redonda, mas encontrava o Atlético fechado. Em diversas oportunidades, era possível perceber a bola com os zagueiros da Raposa, mas os atacantes ficavam esperando, não pressionavam.

O melhor lance até os 26 minutos aconteceu com chegada do Cruzeiro pela direita. Em cruzamento de Edilson, Thiago Neves desvia de cabeça e Victor foi obrigado a fazer grande defesa. No lance seguinte, o time celeste conseguiu mandar a bola na área e o zagueiro Léo completa para o gol. O árbitro, no entanto, marcou falta e anulou o tento.

A segunda parte do primeiro tempo teve amplo domínio do Cruzeiro. O Atlético não conseguia mais atacante e tinha dificuldades para segurar a Raposa com boas atuações de Robinho e Thiago Neves.

Segundo tempo

Na volta para o segundo tempo, a partida seguiu sendo muito estudada. O Atlético ainda com claras dificuldades para buscar o campo de ataque, enquanto a Raposa tinha mais facilidade para entrar na defesa alvinegra.

Aos 12, em boa chegada do Cruzeiro, o árbitro viu o zagueiro Igor Rabello fazer pênalti em Fred. Na cobrança, o próprio atacante mandou para o fundo das redes. A penalidade não existiu.

Após o tento, o árbitro não conseguiu seguir em campo, acusando dores na coxa esquerda. Ele foi substituído pelo quarto árbitro que deu sequência na partida.

O Cruzeiro, após o gol inicial, se segurou em campo. Teve um recuo natural pelo placar, inclusive, o técnico Mano Menezes tirou Rafinha para colocar o volante Jadson. O Atlético buscou o resultado.

Em um vacilo do zagueiro Dedé, o Galo conseguiu o empate. Em lançamento para frente, Léo recuperou a bola, mas Dedé erra a passada e deixa a redonda para Chará. Ele precisa de fazer falta dentro da área para parar o lance. Na cobrança, aos 37, o Atlético conseguiu o empate.

No lance seguinte, o Atlético chegou novamente com muito perigo e Cazares perdeu um gol claro, na cara do arqueiro Fábio.

Com acréscimos de 12 minutos, o volante Adilson foi expulso após fazer duas faltas seguidas.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 27 de janeiro de 2019 (Domingo)
Horário: 11h (horário de Brasília)
Árbitro: Wanderson Alves de Souza (Ronei Cândido Alves)
Assistentes: Ricardo Junio de Souza e Felipe Alan Costa de Oliveira

Gols: Fred, aos 15 minutos do segundo tempo (Cruzeiro); Fábio Santos, aos 37 do segundo tempo (Atlético)
Cartões Amarelos: Edilson, Dedé (2), Léo (Cruzeiro); Patric, Igor Rabello, Fábio Santos, Luan, Adilson (2) (Atlético)
Cartões Vermelhos: Dedé (Cruzeiro); Adilson (Atlético)

CRUZEIRO – Fábio, Edilson, Léo, Dedé, Egídio, Henrique, Lucas Silva, Thiago Neves (Raniel), Robinho, Rafinha (Jadson) e Fred (Murilo).
Técnico: Mano Menezes.

ATLÉTICO – Victor, Patric, Iago Maidana, Igor Rabello, Fábio Santos, Adilson, Elias, Cazares, Luan, Chará (Terans) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi.



Crueiro, Atlético MG, clássico

363 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Próximo Jogo - Libertadores

Ter - 17:00 - Estádio Metropolitano - Fox
Deportivo Lara
Cruzeiro

Último jogo - Mineiro

S&# - 16:30 - Arena Independência
Atlético MG
1 1
Cruzeiro