logo

19/6/2014 08:35

[COPA 2014] Escada passa no teste, mas Maracanã sofre com falta de segurança

Estádio tem segundo episódio de invasão desde o começo da Copa do Mundo

[COPA 2014] Escada passa no teste, mas Maracanã sofre com falta de segurança

Torcedores subiram para a arquibancada por escada que dá acesso ao gramado (Foto: André Durão / Globoesporte)

Um problema recorrente. Depois das imagens de argentinos pulando barreiras e forçando um dos portões do setor D no dia da vitória sobre a Bósnia, mais uma vez o Maracanã foi palco de uma invasão, agora, antes do jogo entre Espanha e Chile nesta quarta-feira. Mais de 100 torcedores chilenos derrubaram uma das grades que cercavam o centro de imprensa e entraram no local por volta das 15h. Instantes depois, 85 invasores foram impedidos de avançar pelos "stewards", seguranças privados, com ajuda da polícia.

Em um comunicado, a Fifa afirmou que nenhum torcedor conseguiu chegar às arquibancadas sem ingresso. Porém, logo após a confusão no centro de imprensa, um grupo chegou à beira do gramado pelo túnel de acesso e conseguiu invadir a arquibancada pela escada que liga o campo aos assentos. O setor ficou repleto de pessoas sentadas nos degraus.


Setor próximo à invasão ficou repleto de pessoas sentadas no chão (Foto: Luciano Ribeiro)

A parte brasileira da organização da Copa ficou preocupada com as questões de proteção ao público. Logo depois, a Fifa marcou uma entrevista coletiva para a manhã desta quinta-feira, para tratar do assunto. Uma decisão já foi tomada. A segurança irá aumentar nos jogos no Maracanã após o registro das duas situações. Desta vez, segundo os bombeiros, cinco pessoas foram socorridas com escoriações. O auxílio chegou rapidamente, e as ambulâncias saíram em seguida do estádio.

Melhorias em outras áreas

Problema no primeiro jogo, a comida não faltou desta vez. Sanduíches estavam à disposição do público até o segundo tempo. Os banheiros passaram no teste de limpeza. Nem mesmo a grande quantidade de bebida consumida foi problema para o fluxo de pessoas nos locais, que permaneceram com funcionários deixando sempre em bom estado. Perguntados sobre a aparência dos sanitários, os torcedores não fizeram reclamações.

Um fator, no entanto, incomodou os torcedores que chegavam ao estádio. Muitos tiveram problema para localizar seus assentos. Voluntários eram a todo momento procurados para ajudar. As placar localizadas em cada entrada para as cadeiras não eram suficientes para esclarecer qual caminho tomar e alguns chegaram a perder 15 e até mesmo os 20 minutos iniciais.

- Sim, vários torcedores tiveram problemas hoje para achar seus lugares - disse um dos orientadores.

Fora do estádio, a escada temporária que liga a passarela da estação de metrô do Maracanã ao estádio, teve solucionado o problema. Após balançar na primeira partida, a estrutura foi reforçada e não causou maiores preocupações a quem chegou por ali. Foram instalados pregos e proteções especialmente nos corrimões, que oscilavam bastante, causando sensação de insegurança anteriormente. Além disso, guias orientavam para que nem todo o fluxo passasse pelo local, apenas os torcedores com entradas para setores daquele lado.


Escada foi reforçada e teve fluxo orientado (Foto: Cintia Barlem)

Na chegada dos torcedores pelo metrô, elogios de espanhóis e chilenos pelo caminho sinalizado e bem orientado desde a primeira estação. Jorge Chiluisa, que veio dos Estados Unidos para assistir à competição, deu nota 10 ao caminho e comparou ao percurso que teve que enfrentar em Salvador, quando lá esteve no primeiro jogo da sua seleção.

- Muito tranquilo com vários avisos e orientações. Chegamos de metrô e não tivemos qualquer problema. Em Salvador foi terrível. Não tinha táxi, transporte ou alguém para orientar - disse o torcedor chileno.

Ao fim da partida, a saída do estádio foi rápida e sem maiores tumultos. Nem as brincadeiras de torcedores sobre a eliminação da Espanha da disputa provocaram transtornos. Mais voluntários orientavam os caminhos para o metrô e para as ruas no entorno do Maracanã. A tão "temida" escadaria da primeira partida teve novamente seu fluxo controlado para que não lotasse. Mesmo com muita gente, não tremeu.


Escada teve passagem controlada por policiais depois da partida entre Espanha e Chile (Foto: Luciano Ribeiro)

1386 visitas - Fonte: Globo Esporte


VEJA: Cruzeiro tem conversas em andamento com clube argentino por Lucas Romero


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Próximo Jogo - Campeonato Mineiro

Qua - 20:00 - Mineirão - Premiere
Cruzeiro
Boa Esporte

Último jogo - Brasileiro

Qui - 19:15 - Arena do Grêmio
Grêmio
2 0
Cruzeiro
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota