logo

17/5/2024 04:22

Cruzeiro Avança na Transição com Vitória Importante sob Pressão no Brasileirão.

Cruzeiro Avança na Transição com Vitória Importante sob Pressão no Brasileirão.

O Cruzeiro venceu o La Calera por 1 a 0 e contou com a ajuda do Universidad Católica-EQU para cumprir um objetivo que parecia improvável na Conmebol Sul-Americana: está vivo e depende apenas de si para avançar direto às oitavas de final. Mas, apesar do resultado positivo, a atuação no Independência deixa alertas importantes. O time jogou só para o gasto.

Cruzeiro x Union La Calera; Matheus Pereira — Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro
Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro

Ainda que tenha limitações técnicas, o Cruzeiro é superior ao La Calera, algo que ficou evidenciado já no jogo do Chile. Apesar disso, o time de Fernando Seabra não conseguiu se impor como deveria, deixou de matar o jogo nas chances que teve e sofreu de forma desnecessária para conquistar o resultado que era obrigatório.

Matheus Pereira, do Cruzeiro, comemora gol no Unión La Calera — Foto: Gilson Lobo/AGIF
Foto: Gilson Lobo/AGIF

Apesar de a escalação ter sido a mesma dos últimos jogos, houve um movimento tático diferente, com Arthur deslocado para a direita, e Barreal sendo um ponta pela esquerda. Pela direita, a mudança surtiu efeito, e William cresceu com a companhia do camisa 11, gerando dúvidas na marcação rival.

No lado oposto, Barreal e Marlon não conseguiram se ajustar tão bem, ocupando a mesma faixa de campo em vários momentos. Matheus Pereira, com liberdade para se movimentar por todo o setor de meio-campo, mais uma vez ditou o ritmo do jogo cruzeirense. E foi pela direita que ele conseguiu as conexões mais importantes.

O trio foi a válvula de escape do time, que por vezes esteve pobre de ideias, principalmente por conta das dificuldades em sair jogando com os zagueiros. E foi em uma conexão assim, entre William e Matheus, a partir da intermediária, que o Cruzeiro construiu o gol decisivo.

Defensivamente, o Cruzeiro estava perdido na hora de pressionar a saída de bola do La Calera, o que também deu espaços ao adversário no meio-campo. Lucas Silva, mais uma vez, não jogou bem. Algo que não foi aproveitado no primeiro tempo em função da falta de qualidade dos chilenos. No segundo, mesmo com as limitações, conseguiram incomodar mais, e a vitória esteve sob risco.

Mesmo sem jogar bem e fora da rotação ideal, o Cruzeiro teve oportunidades de matar a partida. Dava para ter evitado a apreensão final, o medo de o adversário frágil encontrar uma bola fortuita e empatar. Foram, pelo menos, três gols perdidos em transições ofensivas rápidas. Rafa Silva, Rafael Elias e Gabriel Veron falharam, tiveram erros técnicos em finalizações.

O Cruzeiro vive bom momento defensivo, de poucos gols sofridos em uma sequência de resultados importantes. Mas, assim como diante do Atlético-GO, quando Anderson foi o melhor em campo, a vitória sobre o La Calera poderia - e deveria - ter sido mais consistente.

Com a promessa de um mercado mais agressivo e os avanços necessários nas competições disputadas, o cenário tem viés positivo.

498 visitas - Fonte: -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Brasileiro

Dom - 16:00 - Arena Fonte Nova -
X
Bahia
Cruzeiro

Brasileiro

Qua - 21:30 - Governador Magalhães Pinto
2 X 0
Cruzeiro
Fluminense