logo

15/4/2024 04:22

Cruzeiro supera obstáculos e ameniza crise com gols de vaiados.

Cruzeiro vence em jogo emocionante e ameniza crise, mostrando superação e respiro para jogadores e torcida.

Cruzeiro supera obstáculos e ameniza crise com gols de vaiados.

O Cruzeiro viveu verdadeira montanha-russa na estreia do Campeonato Brasileiro. Descendentes e ascendentes no jogo contra o Botafogo, que culminaram num 3 a 2 positivo, mas com sustos e superação no Mineirão. + ? Clique aqui e siga o canal da torcida do Cruzeiro no WhatsApp! Mais notícias do Cruzeiro Torcedor do Cruzeiro erra saída e desce escada com carro no Mineirão; veja Técnico do Cruzeiro detalha situação de Rafael Cabral: "Ele está refletindo" O resultado de 3 a 2 vai além de estrear bem na Série A. O Cruzeiro amenizou uma crise instalada no clube desde a final do Campeonato Mineiro e a derrota de virada por 3 a 1 para o rival Atlético-MG. Agravada pelo empate por 3 a 3 com o Alianza (Colômbia), pela Sul-Americana, e a falha de Rafael Cabral em um dos gols, a crise poderia ter se agravado se uma das descendentes do jogo contra o Botafogo terminasse. Mas o Cruzeiro terminou a partida em ascensão, com dois gols de jogadores alvos de vaias da torcida, no jogo contra o Alianza e também no momento da escalação desde domingo. No caso, o volante Lucas Silva e o atacante Rafael Papagaio. Outra que buscava o gol e teve a chance como titular, devido à ausência de Dinenno, Rafa Silva também deixou sua marca. O primeiro do atacante no retorno ao time mineiro. Para fechar o domingo bem, o Cruzeiro precisou superar os momentos de baixa no jogo contra o Botafogo. E eles começaram nos primeiros minutos, com o gol de Tiquinho Soares. Mal inicialmente nos combates nos contra-ataques do Botafogo, o Cruzeiro tinha um setor defensivo desguarnecido e não conseguiu parar o avanço com de Junior Santos, que deu o passe para Tiquinho. A história mudou ainda no primeiro tempo. Com um Botafogo desorganizado defensivamente, o Cruzeiro achou muito espaço pelas laterais, tendo brechas para triangulações para atacar. Assim, chegou ao gol de empate com Lucas Silva, recebendo sozinho na entrada da área para empatar. A virada até veio com Arthur Gomes, mas o gol foi anulado. Com um William inspirado, além de Matheus Pereira, o Cruzeiro seguiu melhor no segundo tempo. O gol da virada chegou novamente numa infiltração dentro da área e, após bate-rebate, Rafa Silva marcou no rebote. A ascendente do Cruzeiro permaneceu e continuou mais ainda com a expulsão de Barboza. Mas, nos minutos finais, aconteceu a descendente: Marlon não conseguiu evitar o escanteio, e o Botafogo empatou. Aí apareceu um novo criticado pela torcida para mudar a dinâmica. Substituição de Fernando Seabra, Rafael Papagaio recebeu a única bola que teve no jogo e balançou as redes, após cruzamento de William. Isso já aconteceu nos acréscimos. Um gol que vale os primeiros três pontos no Brasileiro, mas também concede um respiro a jogadores e torcedores após uma semana de muitas críticas e decepções. A torcida cruzeirense espera que a curva ascendente continue. Assista: tudo sobre o Cruzeiro no ge, na Globo e no Sportv

Rafael Papagaio Cruzeiro — Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Foto por: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Rafa Silva, do Cruzeiro, comemora gol marcado diante do Botafogo — Foto: Gilson Lobo/AGIF

Rafa Silva, do Cruzeiro, comemora gol marcado diante do Botafogo — Foto: Gilson Lobo/AGIF
Foto por: Gilson Lobo/AGIF

156 visitas - Fonte: -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Brasileiro

Dom - 18:30 - Raimundo Sampaio -
X
Cruzeiro
Cuiaba

Brasileiro

Seg - 20:00 - MorumBIS
X
Sao Paulo
Cruzeiro