logo

31/3/2023 13:20

TV: Veja quanto cada time ganhará em divisão da Forte Futebol no Brasileiro

TV: Veja quanto cada time ganhará em divisão da Forte Futebol no Brasileiro
Receitas de TV do Brasileirão foram simuladas com receitas entre R$ 2 bi e R$ 4,25 bi anuais
Imagem: Allan Simon/UOL


A LFF (Liga Forte Futebol) já tem os dados com a simulação dos valores que cada clube do Brasileirão ganharia com o seu modelo de divisão das receitas de TV a partir de 2025. A coluna teve acesso à planilha com os valores, que preveem uma diferença máxima de 2,77 vezes entre o time de maior receita, o Flamengo, e o de menor, o Cuiabá, com base nos participantes da Série A de 2023.

Essa diferença se mantém em todos os cenários simulados e suas variações de receitas, que vão desde R$ 2 bilhões até R$ 4,25 bi por ano. A LFF é o movimento que tem como principais membros atualmente clubes como Fluminense, Atlético-MG, Internacional, Fortaleza e Athletico. Times como Flamengo, Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Vasco, Botafogo, Santos e Cruzeiro integram outra liga, a Libra, que já teve sua projeção de valores publicada pelo colunista Rodrigo Mattos.

A Forte Futebol instituiu como "regra de ouro" não permitir que a diferença entre o time que mais ganha e o que menos ganha seja maior que 3,5 vezes. Os critérios para divisão do dinheiro da televisão se baseiam na fórmula "45/30/25". Nesse modelo, 45% das receitas seriam divididas de forma igualitária entre os times da Série A. Outros 30% seriam distribuídos por critério de performance, ou seja, pela classificação do campeonato. Já a última fatia, de 25%, tem como base o "apelo comercial".

Essa divisão com base no apelo comercial levaria em conta a medição de audiência na TV aberta e na TV paga por meio de dados do Ibope, e nos streamings e plataformas digitais por informações dessas próprias plataformas, mas auditadas externamente. O time com maior apelo ficaria com 9,7% desse último bolo, o segundo com 9,21%, e assim a tabela vai avançando até que o 20º colocado leve 0,3%. Esses valores distribuídos por audiência, é bom ressaltar, representam apenas 25% das receitas totais com TV.

No cenário mais otimista simulado com os critérios da LFF, que seria de uma receita total de R$ 4,25 bilhões com direitos de TV em uma temporada, o Flamengo levaria R$ 312 milhões. O Cuiabá, último colocado no ranking, ficaria com R$ 113 mi, uma diferença de 2,77 vezes. Na projeção com os critérios da Libra para a mesma receita total, o Rubro-Negro ficaria com R$ 398 milhões, enquanto o time cuiabano levaria R$ 119 mi, diferença de 3,34 vezes.

Já no cenário mais pessimista, com R$ 2 bilhões de arrecadação anual, um valor próximo (e talvez até menor) do que o Brasileirão arrecada hoje com os contratos assinados com a Globo, o Flamengo levaria R$ 147 milhões pelos critérios da Forte Futebol, enquanto o Cuiabá ficaria com R$ 53 milhões, diferença mantida em 2,77 vezes. Pela divisão da Libra, que aciona um mecanismo para manter os ganhos atuais dos times que possuem mínimos contratuais por PPV, o Fla ganharia R$ 236 milhões, enquanto o Cuiabá levaria R$ 50 milhões, uma diferença de 4,72 vezes.

As principais diferenças entre os dois modelos, no entanto, ficam no meio da tabela. Times que fazem parte da Libra, como Vasco, Grêmio e Cruzeiro, ganhariam mais dinheiro em todas as simulações feitas pela LFF do que na sua própria liga. Assim como as diferenças para o Flamengo seriam menores também.

O Vasco, por exemplo, levaria R$ 117 milhões por temporada em um cenário com receita de R$ 2 bi na Forte Futebol. Na divisão da Libra, ficaria com R$ 107 mi, diferença de R$ 10 milhões. Frente ao Flamengo, o time da Colina teria uma diferença de 1,26x no cálculo da LFF, contra 2,21x pelos critérios da Libra.

No cenário mais otimista, com receita de R$ 4,25 bilhões anuais, o Vasco ganharia R$ 249 milhões com os critérios da LFF, contra R$ 235 mi nas contas da Libra. Neste caso, a diferença para o Flamengo seria de 1,26x na Forte Futebol, e 1,7x na Libra.

Já os campeões de receita Flamengo, Corinthians, São Paulo e Palmeiras ganhariam menos no Forte Futebol em qualquer simulação. O Corinthians, por exemplo, levaria R$ 302 milhões por uma temporada com arrecadação de R$ 4,25 bi na LFF, enquanto a receita com a Libra ficaria em R$ 355 mi. No cenário mais pessimista (R$ 2 bi), a receita corintiana ficaria em R$ 142 milhões na LFF, contra R$ 194 mi na Libra.

Porém, a diferença entre Corinthians e Flamengo seria menor no Forte Futebol. Com a receita máxima simulada, o Flamengo ganharia 1,12x mais que o Corinthians na Libra, enquanto na LFF esse valor seria de 1,03x. Na "disputa das ligas" nos bastidores, a LFF busca mostrar que seu modelo gera mais competitividade entre os clubes do Brasileirão.

Confira os valores projetados com base nos critérios da Liga Forte Futebol (entre parênteses, os valores na Libra)
Cenário com receita total de R$ 2 bilhões/ano

1 - Flamengo - R$ 147 milhões (R$ 236 mi na Libra)
2 - Corinthians - R$ 142 milhões (R$ 194 mi)
3 - São Paulo - R$ 137 milhões (R$ 143 mi)
4 - Palmeiras - R$ 132 milhões (R$ 138 mi)
5 - Fluminense - R$ 127 milhões (R$ 122 mi)
6 - Internacional - R$ 122 milhões (R$ 111 mi)
7 - Vasco - R$ 117 milhões (R$ 107 mi)
8 - Grêmio - R$ 112 milhões (R$ 104 mi)
9 - Atlético-MG - R$ 107 milhões (R$ 97 mi)
10 - Athletico Paranaense - R$ 102 milhões (R$ 93 mi)
11 - Cruzeiro - R$ 98 milhões (R$ 89 mi)
12 - Santos - R$ 93 milhões (R$ 86 mi)
13 - Botafogo - R$ 88 milhões (R$ 77 mi)
14 - Bahia - R$ 83 milhões (R$ 73 mi)
15 - América-MG - R$ 78 milhões (R$ 68 mi)
16 - Fortaleza - R$ 73 milhões (R$ 60 mi)
17 - Goiás - R$ 68 milhões (R$ 52 mi)
18 - Coritiba - R$ 63 milhões (R$ 51 mi)
19 - Red Bull Bragantino - R$ 58 milhões (R$ 50 mi)
20 - Cuiabá - R$ 53 milhões (R$ 50 mi)

Cenário com receita total de R$ 4,25 bilhões/ano

1 - Flamengo - R$ 312 milhões (R$ 398 mi na Libra)
2 - Corinthians - R$ 302 milhões (R$ 355 mi)
3 - São Paulo - R$ 291 milhões (R$ 305 mi)
4 - Palmeiras - R$ 281 milhões (R$ 295 mi)
5 - Fluminense - R$ 271 milhões (R$ 265 mi)
6 - Internacional - R$ 259 milhões (R$ 243 mi)
7 - Vasco - R$ 249 milhões (R$ 235 mi)
8 - Grêmio - R$ 238 milhões (R$ 228 mi)
9 - Atlético-MG - R$ 228 milhões (R$ 215 mi)
10 - Athletico Paranaense - R$ 218 milhões (R$ 206 mi)
11 - Cruzeiro - R$ 207 milhões (R$ 198 mi)
12 - Santos - R$ 197 milhões (R$ 192 mi)
13 - Botafogo - R$ 187 milhões (R$ 174 mi)
14 - Bahia - R$ 176 milhões (R$ 165 mi)
15 - América-MG - R$ 166 milhões (R$ 155 mi)
16 - Fortaleza - R$ 154 milhões (R$ 140 mi)
17 - Goiás - R$ 144 milhões (R$ 123 mi)
18 - Coritiba - R$ 134 milhões (R$ 120 mi)
19 - Red Bull Bragantino - R$ 123 milhões (R$ 120 mi)
20 - Cuiabá - R$ 113 milhões (R$ 119 mi)

TV, time, ganhará, divisão, Forte, Futebol, Brasileiro

684 visitas - Fonte: Uol




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Brasileiro

Dom - 16:00 - Arena Fonte Nova -
X
Bahia
Cruzeiro

Brasileiro

Qua - 21:30 - Governador Magalhães Pinto
2 X 0
Cruzeiro
Fluminense