logo

30/8/2022 14:00

Artilheiro do Cruzeiro: Edu supera marcas de Arrascaeta, e se aproxima de Ricardo Goulart e Borges

Artilheiro do Cruzeiro: Edu supera marcas de Arrascaeta, e se aproxima de Ricardo Goulart e Borges
Edu comemora em Cruzeiro x Náutico — Foto: Alessandra Torres/AGIF

O atacante Edu encerrou um longo jejum de gols na temporada. Abriu a goleada por 4 a 0 sobre o Náutico, na última sexta, e também concretizou a superação de marcas de artilheiros do Cruzeiro da última década. Edu ultrapassou marcas de Arrascaeta e tem ainda brecha de alcançar Ricardo Goulart e Borges, campeões brasileiros com a Raposa, mas ainda está distante dos maiores artilheiros do século.



Ao chegar aos 17 gols, Edu igualou os gols marcados por na ele na temporada passada, todos pelo Brusque na Série B do Brasileiro. Edu revelou um problema familiar no último mês, mas preferiu não dar detalhes.

Com os gols marcados até agora, Edu está isolado na artilharia do Cruzeiro da temporada. Logicamente, já ultrapassou os desempenhos dos dois anos anteriores de Série B, quando o Cruzeiro sofreu para alcançar a pontuação que o impedia de ser rebaixado: Rafael Sobis em 2020 (seis gols) e Matheus Barbosa, ano passado, com sete marcados.

Superou marcas de jogadores que tiveram protagonismo no clube e foram líderes em gols em temporada. Por exemplo, ultrapassou as marcas de Arrascaeta em 2016 (14 gols) e 2018 (15, junto de Thiago Neves). Edu igualou-se também ao desempenho de Thiago Neves, em 2017, com 17 gols.

Os gols de Edu também estão próximos de igualar/ultrapassar outros artilheiros de temporada do Cruzeiro no século. Araújo marcou 17 gols em 2007, enquanto Élber (2006) e Leandro Damião (2015) marcaram 18 cada um. Borges, por sua vez, fez 19 no ano do tricampeonato brasileiro, em 2013.

Edu, entretanto, ainda precisa melhorar seu desempenho recente para se aproximar de grandes artilheiros de temporada do Cruzeiro. Caso, por exemplo, de Ricardo Goulart e Marcelo Moreno, que marcaram 24 gols cada um, em 2014, ou Wellington Paulista que marcou 24 e 28 gols, respectivamente, em 2009 e 2012.



Os maiores artilheiros do Cruzeiro, no século, em uma temporada, são Fred e Alex. O atacante fez 40 gols em 2005, na sua primeira passagem. Em 2019, também foi artilheiro do time na temporada - marcada pelo rebaixamento à Série B - com 19 gols. Por sua vez, em 2003, Alex marcou 39 gols na campanha da Tríplice Coroa.

Os artilheiros do Cruzeiro, por temporada, no século:
2001 - Oséas (22 gols)
2002 - Fábio Junior (23 gols)
2003 - Alex (39 gols)
2004 - Jussiê (21 gols)
2005 - Fred (40 gols)
2006 - Élber (18 gols)
2007 - Araújo (17 gols)
2008 - Guilherme (23 gols)
2009 - Wellington Paulista (24 gols)
2010 - Thiago Ribeiro (23 gols)
2011 - Montillo (21 gols)
2012 - Wellington Paulista (28 gols)
2013 - Borges (19 gols)
2014 - Ricardo Goulart e Marcelo Moreno (24 gols cada um)
2015 - Leandro Damião (18 gols)
2016 - Arrascaeta (14 gols)
2017 - Thiago Neves (17 gols)
2018 - Thiago Neves e Arrascaeta (15 gols cada um)
2019 - Fred (21 gols)
2020 - Rafael Sobis (6 gols)
2021 - Matheus Barbosa (7 gols)

2067 visitas - Fonte: globoesporte




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Brasileiro

Dom - 16:00 - Arena Fonte Nova -
X
Bahia
Cruzeiro

Brasileiro

Qua - 21:30 - Governador Magalhães Pinto
2 X 0
Cruzeiro
Fluminense