logo

1/7/2024 03:21

Cruzeiro oscila entre lado A e lado B contra Flamengo no Brasileirão.

Cruzeiro oscila entre lado A e lado B contra Flamengo no Brasileirão.

O Cruzeiro teve momentos de dominante e de dominado no Maracanã, no 2 a 1 a favor do Flamengo, nesse domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Alternou pouca produção e pressão ofensiva , levando gols em momentos pontuais e confirmando uma campanha de lado A e lado B na Série A.

Seabra explica mudanças no Cruzeiro e defende grupo de críticas após derrota Atuações: defesa não compromete, e Matheus Pereira tem altos e baixos; veja notas Contratações do Cruzeiro: veja quem chega e quem sai em 2024

Foi o quarto jogo seguido, como visitante, sem conseguir uma vitória na campanha do Campeonato Brasileiro. Fora de Belo Horizonte, só venceu o Atlético-GO. Além do Flamengo, perdeu para Bahia, São Paulo e Atlético-MG. Empatou com Vasco e Fortaleza. Em sete jogos, conquistou cinco pontos (23,8% de aproveitamento). O time de Fernando Seabra está entre as seis piores campanhas fora.

A campanha como mandante é bem diferente. Em cinco jogos, tem 100% de aproveitamento. A Raposa venceu Botafogo, Vitória, Cuiabá, Fluminense e Athletico-PR. O desempenho em casa é o que sustenta o time na primeira página. Contra o Flamengo, o Cruzeiro tinha a chance de encostar na briga pela liderança. Se vencesse, alcançaria os 23 pontos e ficaria a um do time rubro-negro, líder da competição.

Durante o jogo, a equipe cruzeirense mostrou condições de manter, pelo menos, a desvantagem do pré-jogo: quatro pontos. No primeiro tempo, o time foi finalizar com certo perigo apenas aos 36 minutos com Arthur Gomes.

Antes, teve mais dificuldade de organizar as jogadas ofensivas e ainda levou um gol em rápido contra-ataque, após antecipação do Flamengo em cima de Matheus Pereira. O camisa 10 respondeu com um gol de fora da área.

Foi o start para o Cruzeiro passar a dominar o jogo e levar perigo na reta final da primeira etapa. Gabriel Veron e Lucas Romero levaram perigo ao gol de Rossi e tiveram oportunidade de garantir a virada ainda na etapa inicial. No segundo tempo, sofreu certa pressão nos cinco minutos iniciais, com duas chegadas de perigo ao gol de Anderson. O Cruzeiro reagiu e assustou em chutes de Gabriel Veron, Matheus Pereira e, duas vezes, com Lucas Silva arriscando de fora da área.

Poderia ter aproveitado e trabalhado melhor nestes lances. A jogada do segundo gol do Flamengo surge após o Cruzeiro pedir a saída de bola para atendimento ao zagueiro Neris. O adversário não jogou a bola para fora, e os jogadores cruzeirenses ficaram na bronca. No lance, Gabriel Veron marcava Fabrício Bruno, que se antecipou à marcação e cabeceou livre. Com as mudanças, o Cruzeiro tentou buscar mais controle do meio de campo com Machado, Mateus Vital e escapadas com a velocidade de Robert.

Não foi o suficiente para alcançar o empate, o que provocou mais uma derrota fora. Se está muito bem no Mineirão, o Cruzeiro tem a missão de melhorar como visitante. De forma geral, uma boa campanha de pontos corridos consiste em manter regularidade entre jogos como mandante e visitante. O próximo compromisso vai ser na quarta-feira, às 20h (de Brasília), quando o Cruzeiro visita o Criciúma, no Heriberto Hülse, em Santa Catarina. Assista: tudo sobre o Cruzeiro no ge, na Globo e no Sportv

Lucas Silva, volante do Cruzeiro, domina a bola diante da marcação do Flamengo — Foto: Gustavo Aleixo
Lucas Silva, volante do Cruzeiro, domina a bola diante da marcação do Flamengo — Foto: Gustavo Aleixo
Lucas Romero em Flamengo x Cruzeiro — Foto: Gustavo Aleixo
Lucas Romero em Flamengo x Cruzeiro — Foto: Gustavo Aleixo

897 visitas - Fonte: -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Brasileiro

Qua - 19:00 - Governador Magalhães Pinto -
X
Cruzeiro
Juventude

Brasileiro

Sáb - 21:00 - Allianz Parque
2 X 0
Palmeiras
Cruzeiro