logo

30/7/2019 10:45

Cruzeiro faz decisão com River para eliminar gigante em caminho do tri da Libertadores

Brasileiros e argentinos medem força às 19h15 desta terça, no Mineirão

Cruzeiro faz decisão com River para eliminar gigante em caminho do tri da Libertadores

Romero (de costas), Thiago Neves e Marquinhos Gabriel deverão formar a segunda linha de meio-campo (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

O Cruzeiro entra no Mineirão nesta terça-feira, às 19h15, com o objetivo de eliminar o primeiro grande adversário no caminho pelo tricampeonato da Copa Libertadores. Diante do River Plate, o time celeste buscará uma vitória para garantir vaga nas quartas de final.

Na ida de ida das oitavas de final, no Monumental de Núñez, brasileiros e argentinos ficaram no 0 a 0. Se esse placar se repetir, a decisão nesta terça será nos pênaltis. O River Plate tem a seu favor a vantagem de jogar por empates com gols no Mineirão.

Para conseguir avançar sem depender dos pênaltis, o Cruzeiro terá que fazer algo que não consegue há cinco jogos: balançar as redes. O último gol do time de Mano Menezes foi na vitória por 3 a 0 sobre o Atlético, na Copa do Brasil, em 11 de julho. O jejum já é igual aos maiores da história do clube, registrados em 1921, 1939 e 1992.

Além da necessidade de voltar a marcar, o time celeste terá de retornar ao caminho das vitórias. O triunfo diante do Atlético também foi o último do Cruzeiro na temporada. Nas partidas seguintes foram três empates – Botafogo e Bahia (Brasileiro) e River (Libertadores) – e duas derrotas – Atlético (Copa do Brasil) e Athletico-PR (Brasileiro).

E não é só a fase ruim que atormenta o Cruzeiro. Nesta terça, a equipe celeste precisará afastar o 'fantasma argentino' que o aflige na Libertadores. Ao longo da história, foram seis eliminações para os 'hermanos': Boca Juniors (1977, final; 2008, oitavas de final; e 2018, quartas de final), Santo Lorenzo (2014, quartas de final), Estudiantes (2009, final) e para o próprio River, em 2015, nas quartas de final.

Se conseguir superar o retrospecto recente ruim e esse retrospecto para avançar na Libertadores, o Cruzeiro ainda precisará lidar com outros grandes adversários para alcançar o tão sonhado tricampeonato. Nas quartas de final, o time de Mano Menezes teria pela frente o San Lorenzo, da Argentina, ou Cerro Porteño, do Paraguai. Nas semifinais, os possíveis adversários são Boca Juniors, Athletico-PR, LDU do Equador ou Olimpia do Paraguai.

Dentro de campo

Em relação ao time, Mano Menezes faz suspense para esta terça-feira. A tendência é que Robinho, um de seus principais articuladores, não tenha condições físicas de iniciar o duelo como titular. Ele se queixa de desgaste desde o jogo de ida contra o River.

Outra preocupação do treinador é com Thiago Neves. Assim como Robinho, o camisa 10 não está 100% fisicamente e ainda reclama de dores na panturrilha direita. De acordo com o treinador, porém, a tendência é que o meio-campista esteja entre os 11 iniciais no Mineirão.

Diante do possível desfalque de Robinho, o técnico tem duas opções: deslocar Marquinhos Gabriel para o lado direito e colocar David na ponta esquerda, ou escalar Lucas Romero mais aberto pela direita e deixar a dupla de volantes mais fixos com Henrique e Ariel Cabral. A segunda é mais possível. Uma coisa, no entanto, Mano Menezes prometeu: arriscará mais do que fez na partida de ida.

“Se tivéssemos dois lugares para decidir o jogo e arriscar mais, seria em Buenos Aires ou em Belo Horizonte? Foi isso que decidi. E provavelmente, se vocês estivessem no meu lugar, decidiriam a mesma coisa. Então temos que reconhecer e parar com esse negócio. O lado de lá tem muita qualidade e nós temos de respeitar isso”, avaliou o treinador.

River Plate

Com um treinamento na Cidade do Galo, na tarde dessa segunda-feira, o River Plate encerrou a preparação para o duelo com o Cruzeiro. Somente os primeiros minutos da atividade foram abertos pelo técnico Marcelo Gallardo, que, assim como Mano, adotou mistério na véspera do jogo de volta das oitavas de final da Libertadores.

Em relação ao time do duelo de ida, Gallardo deverá promover mudanças forçadas. Na zaga, Rojas será o substituto de Pinola, que se contundiu no primeiro jogo das oitavas. Na lateral esquerda, o também lesionado Angileri será substituído por Casco.

A mudança mais relevante na escalação, entanto, estará no meio-campo. O experiente volante Ponzio, de 37 anos, é cotado para reforçar a marcação no meio-campo na vaga de De La Cruz. A imprensa argentina também cogita a saída de Suárez no ataque para a entrada de Borré, recuperado de lesão. Certa é a volta do centroavante Lucas Pratto, ex-Atlético e São Paulo, ao setor.

CRUZEIRO X RIVER PLATE

Cruzeiro

Fábio; Orejuela, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Lucas Romero, Thiago Neves e Marquinhos Gabriel; Pedro Rocha. Técnico: Mano Menezes

River Plate
Armani; Montiel, Rojas, Martínez Quarta e Casco; Ponzio, Nacho Fernández, Enzo Pérez, Palacios; Lucas Pratto e Suárez (Borré). Técnico: Marcelo Gallardo

Motivo: jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data e horário: 30 de julho de 2019 (terça-feira), às 19h15

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Assistentes: Claudio Rios e Alejandro Molina (CHI)

VAR: Nicolas Gallo (COL)


Cruzeiro, Decisão, River, Eliminar, Gigante, Libertadores

201 visitas - Fonte: Super Esportes


VEJA: Cruzeiro tem conversas em andamento com clube argentino por Lucas Romero


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Próximo Jogo - Brasileiro

S&# - 17:00 - Mineirão - Fox
Cruzeiro
Flamengo

Último jogo - Brasileiro

S&# - 17:00 - Allianz Parque
Palmeiras
1 0
Cruzeiro