logo

29/7/2019 13:42

Vaia de R$ 12 milhões: Fred vive pior momento com a camisa do Cruzeiro

Vaia de R$ 12 milhões: Fred vive pior momento com a camisa do Cruzeiro

Fred vive seca de gols no Cruzeiro e irrita o torcedor (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

A situação do atacante Fred no Cruzeiro é diferente. De um dos principais ídolos da torcida celeste a jogador que foi vaiado na derrota por 2 a 0 para o Athletico, no último sábado, no Mineirão, pelo Brasileirão. Os gritos contrários das arquibancadas vão totalmente contra a história do camisa 9 no clube e, sobretudo, com o valor alto investido por um atleta que já avançou a casa dos 35 anos.



Fred voltou à Raposa em 2018. O atleta estava no grande rival do Cruzeiro – o Atlético – e foi contratado numa situação inusitada: deixou o Galo para o time celeste, mas ao sair da ex-equipe, assinou um documento confirmando que, caso fizesse a ponte direto para a Toca da Raposa II, teria de pagar R$ 10 milhões ao antigo clube.

O distrato assinado por Fred constava que o Atlético deveria aguardar o jogador ser liberado pelo Boletim Informativo Diário (BID) para, no dia seguinte, acionar a Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), arbitral escolhido para a situação. E assim foi feito. O Galo foi cobrar seus direitos. A manobra adotada por Fred também constava que o Cruzeiro entraria como “solidário” na dívida.

Em entrevista coletiva, na Toca da Raposa II, o Cruzeiro, através do vice-presidente de futebol Itair Machado – hoje afastado –, confirmou que já tinha o dinheiro caso fosse derrotado no arbitral. Portanto, a partir daquele momento, o ídolo estava de volta, o ataque teria um homem de peso, a torcida não gritaria mais: “Fred, guerreiro, volta para o Cruzeiro”, nem teria de lidar com a chamada “lei do ex”.

Mas o tiro não teve um alvo tão certeiro. Aliás, bem o contrário do esperado. Isso porque no início da temporada 2018, contra o Tupi, pelo Campeonato Mineiro, Fred sofreu uma grave contusão e ficou afastado por mais de seis meses das atividades. Embora tenha se recuperado antes do término do Campeonato Brasileiro, àquela altura já era sabido que ele só voltaria a se destacar em 2019.

O problema é que Fred não se destaca. O jogador passa, junto com a equipe, por uma instabilidade muito grande. O sinal claro disso é o tempo sem marcar: 13 jogos, ou 974 minutos, sem balançar as redes. No Campeonato Mineiro de 2019, o jogador alcançou certo destaque, mas em competições grandes, até o momento, são apenas lampejos de um jogador que não consegue mais arrancar os gritos de felicidade da torcida.



Para Mano Menezes, a situação de Fred, contra o Athletico, é explicada pelo rendimento da equipe e um estilo de jogo que não beneficia o centroavante. “A questão do Fred foi mais específico da equipe, das dificuldades que ela teve. Ele se esforçou, se entregou e lutou muito, como todos lutaram”, analisou.

Fato é que com os juros que a multa da saída do Atlético para o Cruzeiro já levou a dívida para R$ 12 milhões. E o chapéu virou vaias nas arquibancadas.

Cruzeiro, Vaia, Fred, Momento, Camisa

198 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva


VEJA: Cruzeiro tem conversas em andamento com clube argentino por Lucas Romero


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Próximo Jogo - Brasileiro

S&# - 17:00 - Mineirão - Fox
Cruzeiro
Flamengo

Último jogo - Brasileiro

S&# - 17:00 - Allianz Parque
Palmeiras
1 0
Cruzeiro