logo

29/6/2019 11:37

Ex-agente de Romero revela oferta suspeita e dispara contra Itair Machado: Faz o que quer no Cruzeiro

Acusação é baseada em proposta de US$ 5 milhões do Cruz Azul do México

Ex-agente de Romero revela oferta suspeita  e dispara contra Itair Machado: Faz o que quer no Cruzeiro

Investigado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de Minas Gerais por suspeita de falsificação de documentos, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, o vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado, agora é alvo de ataques do empresário argentino Alberto Stagliano. Agente de Lucas Romero até uma semana atrás, ele procurou o Superesportes para denunciar que o volante foi manipulado pelo dirigente para trocar de representante e, por consequência, sujeitar-se a uma negociação suspeita.



A acusação de Alberto é baseada numa proposta de US$ 5 milhões do Cruz Azul do México por 100% dos direitos econômicos de Lucas Romero. O jogador receberia, como salários, US$ 6 milhões em quatro temporadas. O agente teria levado a oferta à diretoria do Cruzeiro há cerca de três meses. Mas, segundo Stagliano, por não estar disposto a aceitar algumas condições de Itair Machado, foi procurado pelo jogador há uma semana e recebeu a notícia de que ele trocaria de representante. O novo procurador e intermediário da transação seria Christian Bragarnik, argentino influente no México.

“Tive uma reunião com o Itair há uns três meses, apresentei a proposta do Cruz Azul, de US$ 5 milhões, e ele aceitou. No dia seguinte, ele procurou o Romero e disse que ele não iria mais, porque o Mano contaria com ele no Cruzeiro. Agora, o Itair fez um acordo com o Bragarnik para vender o jogador ao Cruz Azul, pois ele precisa de dinheiro com urgência no Cruzeiro. O Itair obrigou o Romero a romper comigo, a me trair, e fechar com esse empresário, que tem mais de 100 jogadores na Argentina e controla o mercado mexicano. Tem coisas sérias por trás disso, há interesses pessoais do Itair, do Bragarnik, e o jogador se submeteu a isso. O Bragarnik ofereceu dinheiro ao Romero e ele me traiu”, disparou Stagliano em contato com o Superesportes.

Alberto Stagliano ainda tinha contrato de agenciamento com Romero por dois anos.

Para que Romero seja vendido, o Cruzeiro, dono de metade dos direitos do volante, precisa de aval do Vélez Sarsfield, o dono dos outros 50%. Esse acordo foi firmado pelos dois clubes em 2016, quando da chegada do argentino à Toca da Raposa II.

O detalhe é que Alberto Stagliano é o único empresário habilitado a fechar a venda dos 50% de Romero que cabem ao Vélez. Numa eventual transação, teria direito a 5% do total. Já em relação à parte do Cruzeiro, a exclusividade é do agente André Cury.

“Itair, Bragarnik e Romero me passaram para trás, fizeram um acordo entre eles para tentar tirar proveito da negociação. Eles têm segundas intenções, querem fazer algo que prejudique o Cruzeiro e o Vélez. Tenho provas e eles virão à tona na hora certa. Mas eu não vou deixar. Não podem fazer a negociação sem o meu aval e sem o aval do Vélez. Já avisei ao Vélez que há coisas sujas por trás disso, e o Vélez não aceitará a venda. Não terá mais negócio. Vou travar a negociação de todos os lados”, disse Stagliano.

Decepcionado com Lucas Romero, Stagliano disse ainda que acionará o volante e Itair na Justiça. “O Cruzeiro vai se complicar por causa desse Itair. O clube, como instituição, seria enganado nessa negociação. Quando for à Justiça e isso se tornar público, vou apresentar documentos, terão que investigar a situação do Romero, por que ele fez isso. Ele me traiu por dinheiro, por promessas de que vai à Seleção Argentina. Tinha contrato de dois anos com o Romero e agora vai ter que me indenizar na Justiça por causa de uma armadilha do Itair. Ambos serão acionados”.

“Romero estava comigo há oito anos, dizia que eu era um pai para ele. Tirei ele do Vélez com um contrato baixo e dei a ele o maior contrato. E por causa de uma armadilha do Itair, combinada com o Bragarnik, ele me traiu. Não esperava isso”, desabafou o agente.

Sobre Itair Machado, Stagliano fez duras críticas à forma do dirigente de conduzir o Cruzeiro. “Vou ainda procurar o presidente do Cruzeiro (Wagner Pires de Sá) para contar algumas coisas, mas ele não toma decisões de nada. O presidente do Cruzeiro é na verdade o Itair. Não é como a diretoria anterior, do Gilvan (de Pinho Tavares), do Bruno (Vicintin). Quem manda em tudo é o Itair . Ele faz o que quer no Cruzeiro. É uma pessoa que faz muito mal ao futebol, é um mafioso. Temos que erradicar essas pessoas do futebol. Quer controlar os jogadores, quer decidir quem serão seus representantes. Fez o Romero colocar um punhal nas minhas costas. Romero é tão culpado como Itair, porque foi cabeça vazia. A torcida tem que saber quem é quem”.



O que disse Lucas Romero

Procurado pelo Superesportes nesta sexta-feira, Lucas Romero disse, por telefone, que desconhecia o interesse do Cruz Azul em contratá-lo. “Não estou sabendo nada, não sei dessa negociação. Essa é a verdade. Soube que me queriam um tempo atrás. Ninguém do clube mexicano falou comigo, ninguém falou de salário, não tem nada concreto”.

402 visitas - Fonte: Superesportes


VEJA: Cruzeiro tem conversas em andamento com clube argentino por Lucas Romero


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Próximo Jogo - Campeonato Brasileiro

S&# - 17:00 - Arena Fonte Nova - Premiere
Bahia
Cruzeiro

Último jogo - Copa do Brasil

Qua - 19:15 - Independência
Atletico-MG
2 0
Cruzeiro