logo

12/4/2019 17:06

Mano aponta retornos de Egídio e Edilson e força máxima do Cruzeiro contra o Atlético

Primeiro jogo da final do Mineiro está marcado para as 16h deste domingo

Mano aponta retornos de Egídio e Edilson e força máxima do Cruzeiro contra o Atlético

O Cruzeiro deverá ter força máxima para o jogo diante do Atlético, o primeiro da final do Campeonato Mineiro, neste domingo, às 16h, no Mineirão. Em entrevista coletiva, o técnico Mano Menezes praticamente confirmou os retornos dos laterais Egídio e Edilson, preservados na última partida pela Copa Libertadores – vitória por 3 a 0 sobre o Huracán –, e apontou que a equipe terá força máxima no compromisso decisivo.



“Devem retornar (Egídio e Edilson), mas vamos confirmar a equipe uma hora e quinze antes do jogo. É nossa linha aqui. É assim que vai ser. Vamos colocar os jogadores que tiverem melhor, em condições de fazer um jogo forte. Sabemos que o jogo vai ser forte. Temos que ter condições de competir em alta”, disse o treinador.



“Hoje, num jogo de futebol, se você não tiver condições de competir, as questões técnicas ficam muito prejudicadas. Se não tiver força para jogar contra um adversário que te impõe força, você quase não tem oportunidade de fazer vale fazer sua capacidade técnica. Por isso que a gente roda, escolhe uns e outros, e tenho a tranquilidade de escolher porque todos rendem bem. Mas esse é um jogo que ninguém está mal”, complementou.

Como tem todo grupo à disposição, a tendência é que Mano Menezes escale o time considerado titular neste domingo. A formação do Cruzeiro teria Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Romero; Robinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Fred.

A grande expectativa para esse domingo é pela estreia de Pedro Rocha. O atacante, apresentado na última sexta-feira, treinou com os novos companheiros durante toda semana e já tem condições legais de jogo. Mano Menezes tem adotado cautela com a escalação do camisa 22. Durante a entrevista coletiva, ele voltou a comentar sobre essa pauta.

“Vamos avaliar com critério (a escalação de Pedro Rocha). Não é hora de apressar uma coisa que não precisa ser apressada, mas se o jogador tiver condição, não vamos abrir mão. São jogadores nossos, importantes, e a gente quer contar com todo mundo”, analisou o treinador.

Vale lembrar que o Atlético acabou a primeira fase do Campeonato Mineiro na liderança. Por isso, terá vantagem diante do Cruzeiro nas finais. O time comandado por Levir Culpi jogará por uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols ou por dois empates. Além disso, a segunda e decisiva partida será realizada com mando do clube alvinegro.



Cruzeiro, Mano, Egídio, Edilson

315 visitas - Fonte: Superesportes


VEJA: Cruzeiro tem conversas em andamento com clube argentino por Lucas Romero


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Próximo Jogo - Campeonato brasileiro

Qua - 19:20 - Castelão - Premiere
Ceará
Cruzeiro

Último jogo - Campeonato Brasileiro

S&# - 17:00 - Mineirão
Cruzeiro
1 2
Flamengo