logo

10/10/2018 09:18

Garçons e goleadores, Thiago Neves e Jadson fazem duelo no Mineirão

Garçons e goleadores, Thiago Neves e Jadson fazem duelo no Mineirão

Responsáveis por comandar o meio-campo de Corinthians e Cruzeiro, Jadson e Thiago Neves têm tudo para serem protagonistas da final da Copa do Brasil. No entanto, se engana quem pensa que tanto o corintiano quanto o cruzeirense se restringem a municiar os atacantes de seus respectivos times.


Jadson e Thiago Neves fogem do estigma dos atuais “camisas 10”, caracterizados pela preferência de dar um passe para gol ao invés de eles mesmos balançarem as redes. Os dois meio-campistas já ultrapassaram a marca de 100 jogos por seus atuais clubes e possuem números expressivos em relação a gols marcados.

Contando as duas passagens pelo Timão, Jadson disputou 189 partidas, fez 45 gols e deu 49 assistências. Thiago Neves, por sua vez, chegou ao Cruzeiro, onde recebeu o número 30, já que o 10 já tinha dono, em 2017 e se caracterizou pelo faro de artilheiro, atuando até como “falso 9” em alguns momentos. Em 104 partidas, marcou 29 tentos e deu 16 passes para companheiros mandarem a bola para as redes.




Nascidos no estado do Paraná, os meio-campistas não se enfrentaram pelos clubes que os revelaram por questão de meses. Em janeiro de 2005, quatro temporadas após subir para o profissional do Atlético-PR, Jadson foi negociado ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Nesse ano, Thiago Neves foi promovido pelo rival Paraná Clube, onde se credenciou como uma das revelações do Brasileiro daquela temporada.

Destaques do futebol nacional, os meias foram novos para o futebol do exterior. O corintiano se transferiu para o Shakhtar Donetsk, clube em que conquistou 10 títulos. Já o cruzeirense nunca conseguiu se firmar fora do Brasil, alternando entre times do mundo árabe, da Europa, da Ásia e do Rio de Janeiro, onde teve três passagens pelo Fluminense e uma pelo Flamengo.

Após sete anos na Ucrânia, Jadson retornou ao Brasil para jogar no São Paulo, no entanto, oscilando entre boas e más atuações, nunca se firmou na equipe do Morumbi. Em 2014, foi envolvido em uma troca com Alexandre Pato, que vivia situação parecida no Corinthians, e, assim, se transferiu para o rival, conquistando o Brasileiro do ano seguinte, quando foi vendido, em dezembro, ao Tianjin Quanjian, da segunda divisão chinesa.

No início de 2017, Thiago Neves chegou ao Cruzeiro e Jadson retornou ao Corinthians. Sem sofrer na readaptação, os atletas se tornaram protagonistas dos clubes. O camisa 30 converteu o pênalti que deu o título da Copa do Brasil de 2017 para a Raposa e marcou o gol decisivo da conquista do Campeonato Mineiro de 2018, enquanto o 10 do Timão foi nome fundamental no bicampeonato do Paulista (2017 e 2018) e nos títulos nacionais de 2015 e a 2017.

Garçons, artilheiros e decisivos, Thiago Neves e Jadson são as principais esperanças de gols e assistências de Corinthians e Cruzeiro na primeira final da Copa do Brasil de 2018, que está programada para o Mineirão, às 21h45 (de Brasília), desta quarta-feira.

141 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Copa do Brasil

Qua - 21:45 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Cruzeiro

Último jogo - Brasileiro

Dom - 16:00 - São Januário
Vasco
2 0
Cruzeiro