logo

15/9/2018 15:20

Barcos, Raniel, Sassá e Fred: Mano não quer 'nem pensar' em decisão, mas admite chance de montar Cruzeiro com dois atacantes

Barcos, Raniel, Sassá e Fred: Mano não quer nem pensar em decisão, mas admite chance de montar Cruzeiro com dois atacantes

Foto: Divulgação/Internet

O técnico Mano Menezes terá, em breve, uma 'dor de cabeça boa' para montar o ataque do Cruzeiro. O treinador terá o retorno de Sassá, recuperado de lesão no joelho esquerdo, para o clássico deste domingo, às 16h, no Mineirão, diante do Atlético, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante não entra em campo desde junho deste ano. O colega de posição Fred, fora de combate desde março com lesão no joelho direito, já treina com bola e deve ser opção no início de outubro. Além deles, os goleadores Barcos e Raniel ainda estão à disposição do treinador. Com os quatro jogadores de ataque prontos para atuar, o comandante celeste garante que não quer “nem pensar” na definição da titularidade. Ele também não descarta a possibilidade de mudar a formação e jogar com uma dupla de frente.



“Não, não quero nem pensar, quero nem pensar. Se eu colocar dois ainda vão sobrar mais dois, já viu que situação terrível? Fora os outros… Eu acho bom, nós tivemos que exagerar um pouco na posição porque nós perdemos dois jogadores importantíssimos em um momento que a gente precisava de um jogador lá na frente. Teve inclusive um momento que perdemos os três de frente, porque o Raniel também estava fora. Aí a gente teve que buscar mais um jogador como o Barcos, é um excesso para a posição, não tenha dúvida nenhuma, isso talvez vá criar um problema para o treinador, mas vamos resolver como tem que resolver. O que tiver melhor, que for mais importante para a equipe vai estar em campo e os outros vão ter que esperar”, analisou o técnico.

No início da temporada, o Cruzeiro tinha quatro jogadores para a posição de centroavante: Fred, Sassá, Raniel, Rafael Marques e Rafael Sobis. Devido a concorrência e a carência em jogadores de beirada de campo, Sobis começou a ser utilizado pelos flancos por Mano Menezes. Com lesões dos três atacantes ao longo da temporada, a diretoria precisou contratar Hernán Barcos da LDU, do Equador, em julho deste ano.

O esquema utilizado por Mano Menezes no Cruzeiro contempla apenas um atacante centralizado, municiado pelos meias Robinho, Thiago Neves e Arrascaeta. O argentino Barcos tem sido titular da posição, mas com os retornos de Fred e Sassá e a boa fase de Raniel, o treinador terá mais opções para alterar a formação. O técnico não descarta utilizar, ao menos ocasionalmente, uma escalação com dois atacantes.

“Talvez em determinado momento até poderemos jogar com dois mais enfiados. Não é a primeira vez que todos eles jogaram com outro mais centralizado. Fred quando esteve no Atlético jogou com ‘He-Man’, já jogou com Sobis no Fluminense. Barcos já jogou com outro atacante no Palmeiras, na época do Vanderlei (Luxemburgo), então… Sassá jogava com outro atacante principal, inclusive era um jogador de beirada de campo e depois veio para dentro, então são jogadores que têm experiência e cultura tática para jogar de outras maneiras. Mas o que é determinante é aquilo que a gente vê que seja o melhor para a equipe e que seja o melhor também em momentos diferentes, às vezes de uma maneira e depois de outra”, completou Mano Menezes.

Veja os números dos quatro atacantes de área do Cruzeiro em 2018:

Raniel

38 jogos, 8 gols e 3 assistências

Sassá (fora desde junho)

19 jogos, 5 gols e 1 assistência

Hernán Barcos (números desde julho, quando chegou ao Cruzeiro)

14 jogos, 2 gols e 1 assistência

Fred (fora desde março)

9 jogos e 1 gol

10857 visitas - Fonte: Super Esportes


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Próximo Jogo - Mineiro

S&# - 17:00 - WALDEMAR TEIXEIRA DE FARIA - adefinir
Guarani-MG
Cruzeiro

Último jogo - Brasileiro

Dom - 17:00 - Estádio de Pituaçu
Bahia
0 0
Cruzeiro